Crea sito

Estamos liberando tudo que é da 3° dimensão

Jennifer é um intuitiva, autora de top-seller, canal, professora espiritual famosa. Ela ficou mais conhecida como o autora dos boletins Vida Enlightening semanais, com mais de 3 milhões de leitores semanais, e mais antigo e mais lido boletim espiritual da Internet. Jennifer fornece intuição vida, sabedoria espiritual e de negócios mais experiente para uma base de clientes que inclui celebridades,líderes da indústria, profissionais e outros clientes de mais de 50 países. Saiba mais :Perfil de Jennifer Hoffman

Mensagem de 9 de Agosto de 2017.

Tivemos o primeiro Eclipse neste ciclo de Eclipses de Agosto e a ação continua. Nesta semana, Mercúrio segue retrógrado. Tivemos um portal 8-8-8, e estamos nos preparando para o Eclipse de 21 de Agosto. A energia está aumentando e enquanto isto ocorre, ela continua a liberar a nossa velha densidade da 3D. Isto pode gerar muitas emoções, especialmente lágrimas, à medida que você processa esta energia. Às vezes, recebemos ajuda com esta liberação e isto aconteceu hoje.

Glenn Campbell morreu em 8 de Agosto. Ele era um cantor e guitarrista muito talentoso. Sua morte realmente me entristeceu e fiquei surpresa do quanto isto me afetou. Sua música sempre me lembrou dos meus anos de adolescência. Ele foi a minha primeira “paixão” e alguns dos eventos mais queridos e difíceis de minha vida ocorreram quando ele era muito popular. Ouvir a sua música tocando hoje também me trouxe novamente muitas lembranças e lágrimas, tudo parte da densidade da 3D que estamos liberando agora, que também contém muita energia emocional.

Ter o seu passado surgindo assim pode ser ou um grande momento de “ah”, ou pode ser bastante deprimente. Os momentos de “ah” é que são importantes porque, muitas vezes, chegam no final de uma longa jornada e eles chegam inesperadamente. às vezes, quando desistimos de obter soluções ou ajuda. A ajuda está sempre disponível para nós e é mais fácil a conexão quando temos consciência, compreensão do alinhamento e a usamos na forma de assistência divina. E é este o tema do boletim desta semana.

Provavelmente você pode se lembrar a cada vez que olhou para o céu em um momento de pânico e desamparo e pediu ajuda. E, então, esperou que algo acontecesse.. Às vezes, acontecia e, às vezes, não. São aqueles momentos de “Deus me ajude”, que desejamos desesperadamente que o céu se abra, os anjos nos resgatem e que ter uma varinha mágica seria uma grande vantagem. Mas, embora possamos nos lembrar de que somos soberanos em nossa realidade, o que significa termos que desempenhar um papel ativo em nosso resgate, às vezes, obtemos um momento de “AH” e vemos o caminho fora do caos. E é neste momento que percebemos o que realmente significa “AH”.

Há uma diferença entre pedir ajuda e receber a assistência divina que é profunda e afeta o que se manifesta neste próximo momento. Quando pedimos ajuda, nós afirmamos a nossa impotência. Quando pedimos a “assistência divina”, estamos afirmando o nosso lugar como co-criador com o Universo. E quando temos este momento de “AH”, obtemos a terceira peça deste quebra-cabeça, o alinhamento.

O alinhamento é o primeiro A em AHA, e é o caminho em que criamos a energia para fluirmos. Nunca podemos estar “fora de alinhamento” porque estamos sempre alinhados com tudo o que está acontecendo em nossas vidas, a cada momento. É o nosso alinhamento com resultados, esperanças, desejos, sonhos e expectativas que, muitas vezes, cria o caos em nossas vidas, especialmente quando este alinhamento não está ancorado em nosso próprio poder. Compreender com o que estamos alinhados abre a porta para compreendermos o que estamos fazendo, por que e o que precisamos fazer para mudar.

A Ajuda é o H em AHA e acontece  depois que percebemos que o nosso alinhamento está causando o problema e decidimos que é demasiado para corrigirmos, precisamos da ajuda divina,  que o Universo o corrija para nós. Mas, como descobrimos, o Universo não funciona assim. A lição não é resolvida quando percebemos a questão do alinhamento e achamos que é a nossa sugestão pedirmos ajuda, contando que o Universo nos traga a resolução.

Há mais um passo e isto está mudando com o que estamos nos alinhando antes que possamos chegar ao próximo passo, percebendo que precisamos de ajuda e de conexão com a Assistência Divina. Não na forma de uma varinha mágica, de anjos vindos do céu, ou da mão de Deus que se aproxima para nos tirar do abismo, mas como um poderoso co-criador que se conecta com o Universo, para que possamos co-criar o resultado mais elevado e melhor para nós mesmos.

A assistência Divina é o A em AHA, é o apoio que temos quando nos recordamos como co-criadores, parceiros iguais com o Universo. É difícil pensar quando estamos realmente desesperados, no final de nossa corda, sentindo que não existem outras opções, assim precisamos do Universo para entrar em ação e colocar em ordem. Pedir ajuda é uma maneira de entregar o nosso poder ao Universo porque nos sentimos muito incompetentes, muito cansados e muito oprimidos para agir.

Mas recebemos a assistência divina quando estamos dispostos a usá-la para nos ajudar a entrar em novas vias de alinhamento que sabemos que são os próximos níveis da ascensão e iluminação. Então, os nossos momentos de AHA se tornam verdadeiras mudanças na consciência que nos tiram do passado e nos levam a novas realidades de alegria.

Fonte: http://enlighteninglife.com

Tradução: Regina Drumond

Categorias:Ensinamentos